Comunicado de Imprensa

Investigador da Priberam recebe Prémio Científico IBM

André Martins distinguido pelo trabalho desenvolvido na área da Inteligência Artificial

Lisboa, 15 de Junho de 2012 – André Martins, investigador da Priberam, acaba de ser distinguido com o Prémio Científico IBM pelo trabalho desenvolvido na área da aprendizagem automática, uma disciplina com uma vasta gama de aplicações no âmbito do processamento computacional da língua, a principal área de investigação e desenvolvimento da Priberam.

André Martins explica: “investiguei técnicas de aprendizagem estatística para modelizar a estrutura e a ambiguidade que existe na linguagem natural, com ênfase na sintaxe. Isto pode servir para melhorar módulos que existem no sistema de pesquisa. É muito importante quando se quer extrair informação a partir de texto, conseguir perceber como é que as várias palavras interagem entre si no texto, pelo que é importante utilizar este tipo de algoritmos estatísticos para detectar essa estrutura. Conseguir fazer isto é ir mais ao encontro das necessidades de pesquisa que os utilizadores têm”.

Este trabalho introduz uma nova abordagem na forma como fazer com que as máquinas possam aprender automaticamente através de dados. A abordagem proposta foi validada experimentalmente em 14 línguas diferentes.

“A análise de sentimentos é outra das possibilidades. Imagine-se uma rede social ou um fórum de opinião: através do trabalho que desenvolvi é possível perceber a polaridade de um texto opinativo, o que poderá ser muito útil às marcas, por exemplo”, continua o investigador da Priberam.

André Martins entrou para a Priberam em 2001. Em 2007 foi o único português seleccionado para fazer o doutoramento na Carnegie Mellon University, na área do processamento computacional da língua ao abrigo do programa CMU-Portugal de que a Priberam é um dos Industrial Affiliates. Em Maio deste ano defendeu a sua tese de doutoramento na CMU, nos Estados Unidos, sendo o seu doutoramento conjunto com o Instituto Superior Técnico. “Turbo Parsers: Dependency Parsing by Approximate Variational Inference” é o título da sua tese que venceu a 22.ª edição do Prémio Científico IBM. Já em 2009 André Martins tinha ganho o best paper award na conferência anual da prestigiada ACL (Association for Computational Linguistics).

Embora tenha passado os três últimos anos do seu doutoramento na Priberam a escrever a sua tese e várias publicações científicas, tendo ainda realizado um estágio na Google em 2011, André volta agora à actividade em pleno na Priberam, ficando responsável pela criação de um grupo de investigação na área da aprendizagem automática para o qual já foi recrutado um outro investigador, a terminar o seu doutoramento no Instituto Superior Técnico.

Mais sobre André Martins em: www.cs.cmu.edu/~afm/Home.html


Sobre a Priberam:

A Priberam surge no ano de 1989 e conta mais de 20 anos de histórias e sucessos alcançados. É uma empresa especialista na concepção e desenvolvimento de software e conteúdos digitais, disponibilizando produtos e serviços em quatro áreas distintas: processamento computacional da língua, sistemas de gestão de conhecimento jurídico, motores de pesquisa semânticos e saúde.

Do seu leque de produtos destacam-se o FLiP, um conjunto de ferramentas linguísticas para escrita correcta da língua portuguesa e ainda o LegiX, uma família de soluções para pesquisa da legislação, jurisprudência e doutrina.

A Priberam foi a primeira empresa em Portugal a ser reconhecida como Gold Certified Partner pela Microsoft, sendo a única empresa que desenvolve software e conteúdos que são incluídos em produtos comercializados por esta multinacional. Mais recentemente foi a vez de a Amazon licenciar conteúdos da Priberam para serem incluídos nos Kindle vendidos em todo o mundo.

A Priberam integra a Rede de Pequenas e Médias Empresas Inovadoras COTEC desde 2007 sendo ainda PME Líder desde 2009.



15/06/2012