Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub
cérebrocérebro | s. m.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

cé·re·bro cé·re·bro
(latim cerebrum, -i)
substantivo masculino

1. [Anatomia]   [Anatomia]  Substância que forma a parte anterior e superior do encéfalo.

2. [Figurado]   [Figurado]  Parte pensante; centro das capacidades intelectuais. = INTELIGÊNCIA

3. Pessoa com capacidade de raciocínio considerada superior ao normal. = CRÂNIO, GÉNIO, INTELIGÊNCIA

4. Pessoa que, num grupo, numa empresa ou num projecto, tem a maior parte da concepção, da idealização ou da capacidade intelectual. = CABEÇA

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "cérebro" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Plural de adjectivos compostos: como se diz - olhos verdes-claros, olhos verde-claros ou olhos verdes-claro? As opiniões divergem muito mas pela lógica (e também pela quantidade de falantes de português que assim o dizem) seria: olhos verdes, olhos claros, logo olhos verdes-claros (os adjectivos têm que concordar com os nomes não é assim?).
De acordo com a Nova Gramática do Português Contemporâneo, de Lindley Cintra e Celso Cunha, nos adjectivos compostos apenas o segundo elemento varia em género e número. Assim sendo, o plural do adjectivo verde-claro deverá ser verde-claros (ex.: olhos verde-claros), tal como o plural do adjectivo azul-escuro deverá ser azul-escuros (ex.: saias azul-escuras). São excepção à regra acima a palavra surdo-mudo, cuja flexão é aplicada em ambos os elementos (surdos-mudos, surda-muda, surdos-mudos) e os adjectivos referentes a cores quando o segundo elemento é um substantivo (ex.: saia amarelo-ouro / saias amarelo-ouro). É ainda de salientar que as indicações acima não se aplicam quando se trata de um substantivo composto, pois nesse caso o plural é formado aplicando a flexão em ambos os elementos (ex.: o pintor usou vários verdes-claros).

Esta é, em geral, a regra preconizada pelas obras de referência da língua portuguesa que fazem o registo do plural das palavras compostas, nomeadamente o Vocabulário da Língua Portuguesa, de Rebelo Gonçalves, o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa e o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa.



Tenho alguma dificuldade em confirmar qual a forma correcta da(s) palavra(s) cofinanciar (cofinanciamento) ou co-financiar (co-financiamento).
Segundo o Acordo Ortográfico de 1945, o prefixo co- obriga em geral à utilização do hífen, independentemente da palavra que precede. Assim, deverá escrever co-financiar e co-financiamento.

Segundo o Acordo Ortográfico de 1990, estas palavras deixam de ter hífen: cofinanciar e cofinanciamento.

pub

Palavra do dia

fun·cha·len·se fun·cha·len·se
(Funchal, topónimo + -ense)
adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

1. Relativo à cidade ou ao concelho do Funchal, no arquipélago da Madeira.

substantivo de dois géneros

2. Natural da cidade do Funchal.

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://www.priberam.pt/dlpo/c%C3%A9rebro [consultado em 21-08-2018]